30 de julho de 2007

Festa de confraternização


Esse casal é uma graça...

Festa de confraternização




Reggae, esse cara dança reggae...

Festa de confraternização


Ontem, dia 29 de julho, foi dia de comemorar a finalização dos trabalhos do Fazendo arte nas férias. E as atividades começaram cedo com a roda de capoeira, seguida do samba reggae. Os amigos se encontraram numa brincadeira tranqüila com a certeza de que, após quinze dias de trabalho e alegria, a confraternização daria certo. Veja mais fotos aqui.

29 de julho de 2007

Roda de Capoeira no Oikós


Sábado, 28 de julho: roda de capoeira e samba reggae no Oikós.

28 de julho de 2007

Programação do dia 29 de julho

  1. 9h - Capoeira Angola - com Mestre Reginaldo Véio
  2. 10h - Samba reggae - com Mestre Reginaldo Véio
  3. 11h - Samba de roda - com Tiago
  4. 11:30h - Confraternização

Programação do dia 28 de julho

  1. 9h - Capoeira Angola - com Mesre Reginaldo Véio
  2. 10h - Samba reggae - com Mestre Reginaldo Véio
  3. 13h - Encontro na área para Roda de Capoeira no Oikós
  4. 14h - Oficina de Conservação de Acervo - com Lúcio

27 de julho de 2007

Oficinas do dia 26 de julho


No dia 26 de julho, a meninada não parou. À tarde, eles puderam fazer a oficina de reciclagem de papel com a Luiza e dança contemporânea com a Cloenes da Cia de Dança Hibridus. À noite, eles se divertiram com a Oficina de jogos e brincadeiras ministrada pela Márcia.

26 de julho de 2007

Dê uma chance ao seu saber...

Eis aí uma frase que sintetiza bem o Fazendo arte nas férias. Oficinas de capoeira, instrumentos, danças, artesanato, reciclagem, teatro, fizeram parte da programação desse evento que teve como características principais o fazer, o aprender e o saber. Aprender fazendo, fazer aprendendo, saber aprender, fazer saber, saber fazer e todas as variações que esses três verbos permitem foram vividas nesses dias de atividades intensas. E não pára por aí. Cinema no muro, rodas de capoeira, debates acalorados, conversas despretensiosas, muito trabalho e muitas gargalhadas reuniram crianças, jovens e adultos numa festa com sabores variados que , antes de acabar, já deixa saudades...
Para fecharmos esses encontros, conforme já anunciou Mestre Reginaldo Véio em um dos comentários abaixo, domingo tem roda de capoeira, samba de roda, samba reggae e, para não sairmos dos sabores, sucos, refrigerantes e a mineira...

Programação do dia 27 de julho

  1. 14h - Oficina de Papel marchê - com Marilda
  2. 14h - Oficina de Teatro - com Elias
  3. 19:30h - Oficina de Capoeira Angola - com Tiago

25 de julho de 2007

Eles estão rindo...



mas não são brincadeira...

Oficinas do dia 25 de julho

Durante a tarde de hoje, dia 25 de julho, as crianças se divertiram com a Oficina de Papel Marché, ministrada pela Marilda. À noite, foi a vez dos adultos. Sonaly e Gilson realizaram uma oficina de teatro para educadores, com a participação de alunos e funcionários do UnilesteMG e de amigos da Lenço de Seda. Dê uma conferida nas fotos aqui.

Programação do dia 26 de julho

  1. 14 h - Reciclagem de papel - com Luiza Flor
  2. 14 h - Dança contemporânea - com Cloenis da Híbridus
  3. 19 h - Jogos e brincadeiras - com Márcia
  4. 20h - Oficina de Capoeira Angola - com Mestre Reginaldo Véio

Enquete

Escolha a melhor imagem da semana na enquete ao lado... Caso queira, clique sobre a imagem para visualizá-la melhor!




21 de julho de 2007

Programação

Dia 23 de julho, segunda-feira:
  1. 9h - Oficina de Maculelê - com Tecão
  2. 14h- Oficina de Mandalas - com Diogo e Artur
  3. 19:30h - Oficina de Capoeira Angola - com Tiago
  4. 19:30h - Oficina de Mandalas - com Diogo e Artur

Dia 24 de julho, terça-feira:

  1. 14 h - Oficina de origami - com Diogo e Artur
  2. 19 h - Teatro para educadores - com Sonaly e Gilson
  3. 19: 30h - Oficina de Capoeira Angola - com Mestre Reginaldo Véio

Dia 25 de julho, quarta-feira:

  1. 14 h- Papel Marchê - com Marilda
  2. 19 h - Teatro para educadores - com Sonaly
  3. 19:30h - Oficina de Capoeira Angola - com Tiago

Programação de 22 de julho

9h - Roda de capoeira - Mestre Reginaldo Véio

Cinema no muro

Cinema no muro foi mais um evento importante na trajetória da Lenço de Seda por vários motivos. Vou tentar dar conta de alguns: a retomada e continuidade de um trabalho que faz parte da história desses 30 anos da Lenço de Seda, como ressaltou Mestre Reginaldo Véio; o encontro com a turma de Curitiba (Jean, Chocolate, Curisco e Primo), como disse a madrinha Flor; a oportunidade de assistirmos juntos a um filme cheio de lirismo que reflete sobre as questões raciais, de gênero e, principalmente, sobre a existência humana; o bate-papo descontraído, regado a caipirinha e torresmo, revelando a diversidade de olhares sobre o mesmo filme; finalmente, é preciso destacar, a revelação do novo cineasta que surge na Lenço de Seda: o Pepinha. Parabéns para nós e, especialmente, para o Lúcio que acreditou nas possibilidades e nossos agradecimentos à Vídeo Plus que patrocinou o evento.

20 de julho de 2007

Informes

Programação de 21 de julho

  1. 8:30h - Toque de instrumentos - com Pepinha
  2. 9:30h - Capoeira Angola - com Mestre Reginaldo Véio
  3. 10: 30h - Samba de roda - com Mestre Reginaldo Véio
  4. 11:00h - Samba reggae - com Mestre Reginaldo Véio
  5. 18:00h - Encontro na área para Festa Junina no Alfa

Cartazes

Os cartazes já estão na área. Agora é divulgar...

Filhas do vento

Lúcio enviou:
Hoje, dia 20/07, sexta feira, o Centro de Estudos da Cultura Afro-Brasileira/CECAB exibe o filme Filhas do Vento, do premiado documentarista Joel Zito.
História lírica de redenção amorosa entre irmãs, mães e filhas, este filme reúne o maior elenco negro da história do cinema brasileiro. A ação se passa em uma pequena cidade do interior de Minas Gerais, onde os fantasmas da escravidão e do racismo acentuam os dramas das personagens de forma sutil e poderosa. A trama está centrada na trajetória de duas irmãs: uma delas, ainda jovem, partiu para tentar a carreira de atriz na cidade grande; a outra ficou para cuidar do pai. Anos mais tarde, vão se reencontrar. Vencedor de seis troféus no Festival de Gramado de 2004, incluindo melhor diretor, atriz (Léa Garcia e Ruth de Souza), ator (Milton Gonçalves), atriz coadjuvante (Thalma de Freitas e Taís Araújo), ator coadjuvante (Rocco Pitanga) e o prêmio da crítica.

Roda de capoeira - 19 de julho


Pergunte a quem esteve por lá ontem...
Mestre Reginaldo Véio, Jean, Pepinha, Thiago, Curisco, Chocolate, Primo, Tecão, Michele, Gugu, Maria Bonita, Ketz, Diogo, Saulo, Virgínia, Paulo César, Giovana, Nair.

19 de julho de 2007

Gente.


Eu sei, eu sei...
Os instrumentos são só instrumentos.
Mas achei a montagem tão bonita...
Dêem um click nela e digam o que acharam.

Programação do dia 20 de julho

  1. 9h - Artesanato - com Diogo e Artur
  2. 14h - Afoxé - com Maria Bonita
  3. 19h - Cinema no Muro - Filme: Filhas do vento

Mestre Reginaldo Véio inaugura nossos comentários com festa...

"Afrolhetim é um instrumento importante, vai fazer nossas informações terem peso de tempo real. Por exemplo: acabo de receber um convite para fazermos uma roda sábado na festa junina do Alfa. A proposta é levarmos adultos e crianças em numero não menor que 20 para uma apresentação curta, se possível finalizada com samba de roda. Para tanto, é preciso saber quem estará disponivel entre 18 e 19 horas, depois de amanhã, na sede. M. Reginaldo Veio"

Programação do dia 19 de julho

  1. 9 h - Maculelê - com Jean e Tecão
  2. 14h - Afoxé - com Maria Bonita
  3. 20h - Capoeira Angola - com Mestre Reginaldo Véio
  4. 21h - Samba reggae - com Mestre Reginaldo Véio

Pintando faixas


Domingo.
Dia de sujar as mãos.

18 de julho de 2007

Fazendo arte nas férias


A primeira oficina do "Fazendo arte nas férias" aconteceu no dia 14 de julho.
Mestre Reginaldo Véio ministrou a oficina de Capoeira Angola, finalizando com o Samba de Roda.
Foi um sábado de festa e alegria para as crianças e adultos que apareceram por lá...

15 de julho de 2007

Festa Julina do Capitão Egídio Lima



No dia 13 de julho, a Escola Estadual Capitão Egídio Lima realizou sua festa julina com todos os elementos que fazem parte de uma festa tradicional como essa: canjicão, canjiquinha, quentão, vaca atolada, quadrilha, pau de sebo, cavalo de pau, etc. E a Lenço de Seda estava lá com a capoeira, o samba reggae, a dança afro, o afoxé. Aliás, a parceria entre a Lenço de Seda e o Capitão Egídio já acontece desde 1984. Atualmente, a parceria tem se dado através do projeto "Angola a dois" que oferece, no espaço da escola, aulas de capoeira, samba reggae e dança afro em horários variados para professores e alunos. Aos sábados e domingos pela manhã, os alunos participam das rodas de capoeira na Lenço de Seda. O "Angola a dois" se insere em um projeto maior da escola intitulado "Sim às diferenças", um projeto de Cultura afro-brasileira que integra as disciplinas de História, Língua Portuguesa e Artes. As relações entre a capoeira e os espaços escolares não são novidade para os membros da Lenço de Seda, nem para os leitores mais atentos desse blog que já ouviram falar sobre isso aqui.